Perda de Peso

Saiba como perder o peso em excesso.

Quer saber mais sobre a perda de peso? Subscreva nossa newsletter e receba informações por email.

Extirpação cirúrgica do excesso de gordura

A fibra vegetal, também conhecida como fibra dietética e fibra alimentar, é aquela parte dos vegetais que não pode ser atacada pelas enzimas digestivas humanas (as enzimas são substâncias que intervêm no metabolismo celular).

É constituída por uma série de substâncias de diferente composição, como celulose, hemicelulose, pectinas e lenhina. Esta fibra encontra-se na cobertura de alguns cereais e legumes, assim como em algumas verduras e frutas.

A fibra vegetal é muito útil às pessoas seguindo uma dieta baixa em calorias já que estes alimentos, além de provocarem uma maior sensação de saciedade que os que não têm fibra, aumentam a mobilidade intestinal, o que ajuda a solucionar o problema da prisão de ventre, tão frequente nas pessoas seguindo dietas hipocalóricas.

Vários autores estudaram com grande interesse as propriedades da fibra vegetal: é possível existir uma certa relação entre o baixo consumo da dita fibra e certas doenças. Ao longo deste século, produziu-se, nos países desenvolvidos, uma mudança gradual nos costumes alimentares. Desceu o consumo de fibra proveniente do invólucro de cereais, frutas e hortaliças e aumentou o consumo de açúcares refinados, cereais descascados e alimentos ricos em gorduras. Julga-se que tudo isso conduziu às chamadas doenças da civilização, entre as quais poderíamos destacar a prisão de ventre, as hemorróides, os divertículos do cólon (pequenas hérnias que se formam no intestino grosso) e outras. Embora as provas científicas sejam parciais e não estejam definitivamente esclarecidas, parece recomendável utilizar alimentos ricos em fibra vegetal como componentes de uma dieta bem equilibrada.

Importa assinalar que no tratamento para a perda de peso, a fibra vegetal tem unicamente o interesse de actuar como colaborador do tratamento da prisão de ventre, provocada pelas dietas hipercalóricas. Não se deve imaginar a fibra vegetal como um tratamento mágico podendo por si só produzir perda de peso.

Além disso, um consumo excessivo e sobretudo tendo lugar como complemento sem modificação da dieta, pode provocar doenças intestinais e inclusivamente uma diminuição na absorção de certos minerais como cálcio, magnésio e ferro.